O bebê tão esperado chegou e o irmão, que estava tão animado, agora parece sentir ciúme. O entusiasmo dos primeiros dias passou. Começaram as birras, a irritação e a resistência em ir para a escola.

Você se identifica com essa situação?

Pode ser que o seu filho mais velho tenha momentos de carinho pelo irmãozinho. Mas as coisas tem sido bem difíceis. Ele reage muito mal diante do “não”. Ele chora, grita, esperneia, diz “mas eu quero”… Pede muito colo, diz que é um bebê. Você acaba ficando muito cansada e perdendo a paciência. Então vem o arrependimento e o sentimento de culpa. Você já não sabe mais o que fazer.

Para seu alívio, isso é super normal. A criança ainda não consegue se expressar totalmente pela fala, por isso usa os recursos que tem para demonstrar o que está sentindo. A birra e a resistência em realizar as atividades da rotina são alguns dos recursos que ela usa para se comunicar. É assim que elas nos dão pistas do que estão sentindo.

O ciúme também é comum. A criança tem medo que o irmão menor tome o seu lugar. Leva um tempo para entender que cada um é único na família e no coração dos pais. É com ajuda dos adultos que ela vai vencendo essa fase e percebendo que o amor só aumentou com a chegada do irmão.

Como você pode ajudar o seu filho?

bebe ciúme

 

1º- Não rotule seu filho como birrento ou ciumento

Seu filho não é birrento, isso não é verdade. Ele está se adaptando à nova realidade da maneira que consegue e para isso o seu apoio é fundamental. Apoiar os filhos nas suas dificuldades é ensinar para eles a importância de acolher o outro.

 

2º- Inclua seu filho nas atividades com o irmão menor

Peça ajuda para pegar uma fralda, um brinquedo ou distrair o bebê enquanto você troca a roupa dele. Demonstrar confiança nos filhos é ensinar para eles a serem autoconfiantes e responsáveis.

 

3º- Mostre que todos na casa estão sob as mesmas regras

Quando colocar um limite para o irmão mais velho, deixe claro que quando o bebê crescer e tiver a mesma idade, o limite também será colocado para ele. Respeitar os filhos é ensinar para eles sobre respeito.

 

4º- Continue firme: quando for “não” é não mesmo

Seu filho vai vencer essa fase com o carinho de vocês, mas também pela sustentação dos limites. Não ceder é necessário para que seu filho aprenda sobre limite.

Com carinho seu filho vai entender que cada um é único na família e no coração do pai e da mãe. Ele vai vencendo essa fase e acabará entendendo que o amor, na verdade, aumentou com a chegada do irmão.

O nascimento de um irmão é um ótimo momento para ensinar aos filhos a lidar com os conflitos de maneira amorosa e respeitosa. O que aprendemos em família levamos para a vida.

Lembre-se: a família é um território fértil para aprender sobre respeito, amizade, diversidade e amor.