Saber o momento certo de iniciar a criança na prática de esportes é dúvida para muitos pais. As academias oferecem variadas modalidades esportivas para adultos e crianças.Prometem ganhos que atendem as necessidades do corpo de se desenvolver e aprender.

Mas, quando e em que tipo de esporte a criança vai ter mais ganhos?

Primeiro, é preciso saber que ganhos a criança tem ao praticar um esporte:

  • Desenvolver a autoconfiança, autoestima, autocontrole;
  • Descobrir o próprio corpo, suas possibilidades e limitações de movimentos;
  • Ampliar os movimentos;
  • Superar a timidez;
  • Aprender a resolver conflitos;
  • Aprender a lidar com a frustração;
  • Aprender a ter iniciativa e a improvisar;
  • Aprender a ser criativo;
  • Aprender a cooperar;
  • Aprender a respeitar regras;
  • Aprender a competir;
  • Aprender a respeitar a si mesmo e ao outro;
  • Aprender a cuidar da saúde;
  • Aprender a ter responsabilidade;
  • Fazer amigos.

Mesmo diante de tantos ganhos, é necessário atenção e cuidado. Levar em conta a idade e o interesse da criança são fundamentais para a escolha acertada.

A prática de esporte além de transformar a vida da criança, pode transformar também a vida da sua família. Pelo exemplo e entusiasmo da criança, pais e irmãos podem se sentir motivados e iniciar uma prática esportiva.

melhor_idade_criança_esporte

Não se pode perder de vista também a necessidade que a criança tem de brincar. Então, para combinar a prática de esporte com prazer e brincadeira, vale responder alguma perguntas:

1º- Qual a idade ideal para iniciar uma prática esportiva?

Depende de cada criança. A lista abaixo é uma referência:

5 anos – natação
6 anos – tênis, futsal, ginástica
7 anos – judô
10 anos – vôlei
12 anos – basquete

2º- Qual tipo de esporte é melhor para a criança? 

O melhor esporte é aquele que tem a ver com a idade e o interesse da criança. É assim que ela vai ter motivação e prazer na prática de esporte.

Educar pelo exemplo vale também para o esporte, mas é bom tomar cuidado. Isso não significa que a criança vai ter o mesmo interesse que os pais têm por determinado esporte.

3º- Esporte individual ou coletivo?

Depende de cada criança. É fundamental que a criança se desenvolva e aprenda com a prática de esportes escolhida.

1- Esporte individual – Esportes individuais como natação e hipismo possibilitam à criança superar dificuldades de movimentos motores e desenvolver a autoconfiança. São ideais para a crianças que apresentam um comportamento mais introvertido, se mostram tímidas ou inseguras.

2- Esporte coletivo – Esportes coletivos como futebol são adequados para a criança que já possui habilidades motoras e um comportamento seguro para atuar em parceria e cooperação.

Para que a prática de esportes seja realmente um momento de aprendizagens e prazer para a criança, é fundamental que não ocorra exageros. A criança dá sinais quando algo não vai bem. Então, é preciso atenção para perceber se a criança:

  • Demonstra cansaço excessivo;
  • Fica irritada com facilidade;
  • Tem dores musculares;
  • Tem baixa no desempenho escolar;
  • Resiste em ir para a escola;
  • Dá desculpas para não ir à aula do esporte escolhido.

Qualquer um desses sinais pede atenção e avaliação. Ouvir o que a criança tem a dizer e mudar a modalidade esportiva podem ser boas opções para que tudo melhore.

Avalie, reflita, converse e decida junto com seu filho o que é melhor para ele. Seu filho confia e conta com você para aprender a fazer escolhas e aprender voltar atrás quando for necessário.