Qual é a influência da televisão no desenvolvimento do seu filho?

O que de fato ele tem assistido nesses programas infantis? O que é bom e o que é ruim? Você costuma assistir a esses programas com seu filho? O que ele assiste está de acordo com os valores da sua família?

Como lidar com a televisão na educação dos filhos

CUIDADO!

Saiba que deixar a criança na frente da televisão tem aspectos positivos e negativos. Por isso, é bom ficar atenta para decidir com segurança sobre o que e por quanto tempo seu filho vai ficar na frente da telinha.

Aspectos positivos no uso da TV

Assistir televisão possibilita à criança:

  • Compreender as histórias.
  • Construir narrativas.
  • Desenvolver a imaginação.
  • Ter referências únicas, mesmo que pertencendo a ambientes diferentes.
  • Aumentar o repertório de brincadeiras, canções e histórias.
  • Aos 4 e 5 anos, ter uma noção do início e término dos programas (noção de tempo).
  • Conhecer culturas diferentes.

A televisão é a principal companhia de muitas crianças e vários canais têm sua programação totalmente dedicada exclusivamente à elas. Desenhos, novelas e filmes são apenas alguns dos programas produzidos para atrair a atenção dos pequenos e mantê-los em frente ao aparelho por horas. Cabe a você, mãe, ficar de olho e não permitir que a telinha invada a vida do seu filho de tal maneira que, como diz Branca Maria de Paula no livro Truques Coloridos, “As crianças acham que ele é o maior mágico do mundo. As crianças e milhares de pessoas que vivem por aí. Vivem caladinhas, prestando atenção, sem fazer nada, só vendo, sem fazer nada, só respirando… televisão.”

Aspectos negativos no uso da TV

Assistir televisão pode levar a criança a desenvolver:

  • Tendência à imitação
  • Submissão
  • Isolamento ou apatia
  • Agressividade
  • Atividade sexual precoce
  • Diminuição da comunicação familiar
  • Insônia
  • Obesidade
  • Consumismo
  • A criança até 2 anos que fica muito tempo diante da TV pode ter o desenvolvimento da visão periférica comprometida.

Diante disso, fique alerta para os programas que seu filho assiste. Veja 5 dicas que irão te ajudar a fazer da TV uma aliada na criação do seu filho!

Dicas para você começar hoje

  1. Limite o uso da TV a uma hora ou no máximo a duas horas por dia e lembre-se de escolher um programa de boa qualidade. Para isso, procure conhecer os programas que seu filho gosta de assistir. Você pode fazer isso nos finais de semana ou gravá-los para assistir depois.
  2. Selecione os programas que você assiste quando as crianças estiverem por perto. Lembre-se: educamos pelo exemplo.
  3. Não faça da TV o ponto central da sua casa. Apenas um aparelho em casa é o suficiente. Essa dica é importante! Na minha casa, por exemplo, só temos um aparelho.
  4. Procure assistir alguns dos programas com seu filho e o ensine a ter opiniões críticas sobre o que assiste.
  5. Não perca a oportunidade de estar com seu filho. Mas se for para escolher entre a TV ou uma brincadeira, prefira brincar com ele. Vai ser mais divertido!

Você deve estar se perguntando como poderá acompanhar os programas que seu filho assiste com essa falta de tempo e correria. Mas, é fundamental que você saiba o que seu filho anda assistindo. Não perca tempo! Pesquise, leia, converse com outra pessoas, procure dentro da sua rotina uma forma de conhecer que tipo de informação a TV está transmitindo para seu filho. Afinal, você não quer permitir que a TV molde os valores, as crenças e o comportamento do seu filho!

6 replies on “5 dicas para lidar com a TV na educação do seu filho”

  1. Talvez muitos me critiquem, mas em casa radicalizamos. Não temos TV na sala, somente no meu quarto. No quarto das crianças, DVD – sem TV aberta ou a Cabo. Pela manhã, logo que acordam, no meu quarto vem cerca de meia hora de TV (Cultura), antes do café, depois a TV é desligada. E à noite, meia hora de DVD. Acabou.
    Em alguns finais de semana, fazemos “sessão de cinema”, com direito a telão, pipoca, etc. com DVD ou Netflix. Toda a família junto.
    Eles brincam muito no quintal, pulam, andam de bicicleta, pertubam os cachorros, ficam imundos de terra.
    Mas tenha ficado feliz com os resultados. Ontem, no Mc Donalds, minha filha de 7 anos pediu para levar o livro “Vinte mil léguas submarinas” ao invés de brinquedinho da turma do Ronald. Acho que é isso que vale.

    1. Superlegal! muito bem! Só a parte do mc donalds eu trocaria pelo “dna natural” ou “subway”.

  2. È muito valido esse assunto mas, tenho um garoto de 12 anos, e hoje ele trocou a tv pelo computador e esta muito dificil fazer com que ele deixe o computador para brincar , ele quase não tem muitos amigos ele e de grande dificuldade com amizades, ele tem transtorno bipolar, e muitas das vezes prefere ficar nos jogos do que ir brincar, as vezes preciso brigar para que ele desligue vc tem alguma dica que possa me ajudar ?

  3. Tenho um sobrinho adolescente de 14 anos em casa, ele brinca na rua, mas se puder escolher fica o tempo todo na TV assistindo futebol ou no computador assistindo futebol ou luta. De que maneira posso incentiva-lo a buscar outras atividades?

  4. Amei as dicas! Na minha casa tem uma TV na sala e a tv que tem no quarto da minha filha é só para vê DVD, as vezes, ela tem 4 anos e ama desenho e se deixar é o tempo todo vendo TV, mas nós limitamos, isso para que ela brinque e faça outras coisas, brincar no computador e celular só nos finais de semana.

  5. Oi , eu tenho dois filhos!um tem 4 anos e o outro tem cinco . E não sei o que fazer com eles com TV , eles dormem muito tarde por causa da TV

Comments are closed.