9 Dicas Para Fazer o Desfralde Sem Traumas

Para a criança não é fácil entender que uma parte do seu corpo (é assim que ela vê o cocô) está indo embora para um local misterioso (é mais ou menos assim que ela vê o vaso sanitário). É por isso que, para muitas crianças, lidar com o xixi é mais fácil, porque ele acaba se misturando na água e ela não sente que está perdendo algo que ela mesma produziu.

Parece estranho, mas é uma relação de amor. O cocô e o xixi pertencem à criança e ela poderá não gostar de vê-los indo embora. Além de tudo isso, ainda é preciso lidar com as sensações físicas do momento da saída do cocô e do xixi: lidar com a sensação do xixi saindo é mais fácil do que lidar com a sensação do cocô saindo.

como-fazer-desfralde-sem-trauma

Muitas vezes, durante o desfralde, agimos de uma maneira que acaba constrangendo a criança. E fazemos isso porque acreditamos que é normal agir assim, que é super natural. Todo mundo faz!

Então, como fazer o desfralde?

1º- Escolha vaso ou penico. O vaso precisa ter o redutor e o apoiador de pés. É bom o penico ficar no banheiro e a criança ter acesso a ele com facilidade. Deixe seu filho brincar com o penico, se apropriar dele.

2º- Converse tranquilamente com seu filho. Combine com ele como será o procedimento do desfralde, como por exemplo, onde irá ficar o penico (se você optar por ele), como será a higiene, que você irá convidá-lo, etc… Procure ouvi-lo para saber quais seus medos, seus anseios. Assim, você poderá explicar o que realmente for importante para ele.

3º- Compre calcinhas ou cuecas. Se possível, leve seu filho para escolher.

4º- Primeiro tire a fralda durante o dia. Dê a seu filho a opção de usar roupas fáceis de tirar como vestidos e saias com elástico e calças e shorts com elástico. É importante também que a criança use calcinha ou cueca.

5º- Não pergunte, convide (2 /3 anos é a fase do NÃO). Observe os sinais: esconde, cara de fazer força, agacha, fica quietinha.

Lembre seu filho de usar o banheiro com um intervalo de pelo menos 1 hora, 1 hora e meia e logo depois de se alimentar. Ele não para de brincar para ir ao banheiro. Mas faça isso de maneira natural: pressão poderá deixá-lo mais ansioso.

6º- Quando você perceber que ele está querendo fazer cocô, convide seu filho para ir até o banheiro. Faça isso de maneira bem natural, leve. Ele está atento ao seu tom de voz e ao seu semblante. Se você fica calma, ele também tende a ficar calmo.

7º- Seu filho pode ter medo. Pode ser que seu filho tenha medo de ficar sozinho no banheiro e não fique sentado no vaso sanitário. Você já pensou que ele pode estar com medo de cair no vaso? Esse medo é real para a criança. Por isso, o melhor, além de ir conversando com a criança para acalmá-la – brincar que o cocô mora lá no fundo do vaso e ele vai encontrar com outros cocôs poderá acalmar a criança-, também é importante colocar um apoiador de pés, para que ele se sinta mais confortável e segura. Trate com leveza essa dificuldade dele.

8º- Conte histórias. Você poderá fazer acalmar a criança através de histórias, por exemplo. Será mais fácil para você e para ele falar desse assunto tirando o foco de vocês.

9º- A escola é sua aliada. Se seu filho estiver na escola, é importante que vocês tenham a mesma postura. A escola é uma grande aliada nesse processo.

Lembre-se: a retirada da fralda é um processo e cada criança tem o seu tempo.

Seu filho está vivendo um grande desafio ou está prestes a viver e você está aqui, refletindo sobre a melhor maneira de ajudá-lo. Esteja certa que, com o seu apoio, esse momento será de crescimento e todos sairão fortalecidos dessa experiência.

Esteja certa que com o seu apoio, esse momento será de crescimento e todos sairão fortalecidos dessa experiência.

Há livros interessantes para esse momento, como por exemplo:

1- Cocô no trono – Benoit Charlat
2- Um Presente Incrível! – Guido van Genechten
3- O Que Tem Dentro da sua Fralda? – Guido van Genechten
4- O Lobinho usa o Penico – Orianne Lallemand
5- Da Pequena Toupeira que Queria Saber Quem Tinha Feito Cocô na Cabeça Dela – Werner Holzwarth
6- A Incrível Fábrica de Cocô , Xixi e Pum – Fátima Mesquita (Para crianças de 5 a 8 anos)

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.