Por que você deve levar seu filho a museus?

Levar seu filho a um museu pode ser divertido e educativo. Nesses ambientes a criança tem a oportunidade de conhecer, apreciar e, principalmente, respeitar estilos diferentes.

Eu sempre levei meus filhos a museus, teatros, cinemas e festivais. Acredito que assim, além de ampliar o repertório cultural da criança, ela também se torna mais inclusiva. Afinal, ao observar uma obra de arte a criança poderá gostar ou não, mas terá que respeitar a expressão do artista. Sempre acreditei nisso e constato hoje que meus filhos, além de terem gosto pela arte, respeitam o que é diferente.

Quando você leva seu filho a um museu, você contribui para que ele desenvolva um olhar atento a tudo que lhe rodeia e ainda amplia seu repertório cultural. Os museus guardam a história de um povo e visitá-los nos possibilita entender quem somos e saber mais sobre o mundo em que vivemos.

Levar filhos no museu

E saiba, visitar museus não é programa só para adultos. É só planejar e lembrar que seu filho é uma criança e seu tempo é diferente do tempo do adulto. Não dá para ir a um museu com seu filho pequeno e ficar lendo cada informação e observando vagarosamente cada obra. Para isso, você volta depois, sem o filho. Permitir que a criança conheça esse ambiente, aprecie, se divirta e saiba se comportar nele são os objetivos principais.

Na Europa é comum os turistas se misturarem a excursões escolares que visitam os museus. Crianças pequenas e maiores vão conhecer e apreciar arte. É preciso começar desde bem pequenas!

Aqui no Brasil, de maneira mais tímida, as escolas têm levado as crianças a museus, principalmente para complementar algum projeto desenvolvido em sala. Mas acredito que é tarefa da família proporcionar esses momentos de fruição para que os filhos possam desenvolver o gosto pela arte. A escola apenas complementa.

Outro dia visitei a exposição ARTE À PRIMEIRA VISTA: PÁGINAS DE UMA HISTÓRIA, uma mostra de arte contemporânea dedicada às crianças e que me inspirou a escrever este artigo. A exposição reuniu 86 obras de Lygia Clark, Regina Silveira, Mira Schendel, Geraldo de Barros, Leonilson e FransKrajcberg. Eram obras interativas que possibilitavam às crianças desenhar e brincar com elas. Muito interessante! Fique de olho se chegar aí na sua cidade. Vale levar seu pequeno para aprender e se divertir.

Então, mãe, vamos lá! Escolha um museu e convide seu pequeno para um passeio. Fale para ele como deve se comportar e sobre o que vão ver. Entre no museu e aprecie junto com seu filho o ambiente. Não precisa ficar muito tempo, vá no ritmo dele. Pare nas obras que chamarem a sua atenção, esteja por conta dele. Você vai ver como pode ser divertido e ao mesmo tempo muito educativo.

29 Comentários


  1. Ola, então nunca fui a um museu com meu filho, mas estou querendo ter essa experiência com ele.


  2. Amei a matéria e estou compartilhando…o que é bom precisa ser visto…parabéns!


  3. Cristina, muito oportuno seu artigo.
    Quando minha filha entrou no primeiro ano do hoje fundamental, certo dia a professora me procurou para saber se era verdade que ela conhecia todos os museus da cidade de são paulo, e ficou surpresa quando confirmei.


  4. Olá Cristina ,bem significativo seu artigo ela chama atenção da família para com os filhos que muita vezes acha que o filho só se diverte em parque e não buscam ampliar o seu mundo cultural.


  5. Ainda não tenho filhos, mas acho importante me antecipar nas instruções e dicas para não errar tanto quando já tiver o meu. Muito bom!


  6. Oi Cristina,estou adorando e aprendendo com todos os seus posts; tenho uma bebe de 8 meses estou absorvendo todas as informações ‘que julgo saudáveis e construtivas” para educar de melhor maneira minha boneca,ótimas dicas obrigada e continue nos orientando.


  7. Olá Cristina, ainda não levei meus filhos ao Muse, e após lê seu documentário confesso que estou planejando levá-los não só ao Museu, como também em outras programações como Teatro dentre outros eventos.
    Um abraço Cristina.


  8. olá cristina, gostei da dica nunca tinha pensado que simples passeios pudessem trazer tantos benefícios mas vou colocar em pratica ,transformando pequenos e simples momentos do presente em grandes e inesquecíveis momentos no futuro .


  9. Olá mamães, levo meu filho aos museus do Intituto Butantâ desde que tinha 1 ano, hoje ele está com 3 anos e sempre que posso retorno, ele adora e eu tbm.


  10. Sou mãe de um menino de três anos e professora de educação infantil, no início deste ano tive a experiência de levá-lo ao museu de Portinari que ficca na cidade de Brodowisk interior de São Paulo. Foi uma deliciosa experiência ele participou das atividades de pintura e observou algumas obras apesar do pouco tempo de concentração, e agora ele irá voltar juntamente com os amigos em uma excursão da escola.


    1. Oi, Lucimara! Que bom que vocês visitaram juntos o museu de Portinari! E que bom que seu filho vai voltar… Visitar museus nunca é demais, não é mesmo?


  11. O museu da puc é otimo,minha filha de 6 ano amou.Dia do Na Pracinha. Em BH


  12. Levo muito meu filho no museu. Ele está aprendendo a gostar. Eu pego o mapinha com as fotos para ele procurar as obras .. Além disso, peço para ele olhar alguns quadros parados tentar ver se parece com algo. Ele tem 6 anos e levo desde os 3.


    1. Ei, Tatiana! Muito bom você levar seu filho nos museus… Além de ampliar o repertório cultural dele, vocês ainda se divertem juntos!


  13. Olá Cristina, gostei do seu texto. Simples e sereno. Embora a palavra “deve” tenha pesado pra mim no título, vc tratou tudo com muita tranquilidade, sem receitas como as que acabei lendo em outros textos do gênero. Eu trabalho com crianças e museus há alguns anos e gostaria de deixar um texto que escrevi sobre o assunto que é direcionado ao outro lado da história: aos profissionais de museus. Acho que ele conversa com o seu: http://quadrantedelta.blogspot.com.br/2014/10/por-que-os-museus-devem-receber-tambem.html
    Um abraço


    1. Olá, Paula! Muito bom saber que você gostou do texto… Li o seu e gostei muito da forma como você aborda o ponto de vista dos profissionais dos museus, e da necessidade que esses espaços tem de receber o público infantil! Também achei que os textos conversaram… Um abraço!


  14. Sempre levei meus pequenos aos museus, hoje eles tem 11 e 6 anos e são eles que me convidam para ir. Sempre levei o mais velho a todo tipo de evento, de bienais de arte a exposições. O vocabulário dele é fantástico e os interesses variadíssimos!!!


    1. Isso mesmo, Anna! Esse tipo de evento afeta muito as crianças! Que bom saber que você já percebe tantos efeitos positivos no seu filho de 11 anos!


  15. Compartilhando na Página do Facebook Orientação Educacional para Leigos.
    Muito bacana!


  16. Criei minhas filhas indo em exposições, sou artista e estou com uma exposição no MAG Museu De Arte Goiânia, e já passou até agora 800 alunos adolescentes,q nunca tinha ido em exposição. A luta continua!!!



  17. Já participei de um Projeto em uma escola na qual trabalhei, que tinha como objetivo estimular a família a fazer programas culturais. Trabalhávamos os eventos que estavam em cartaz com os alunos em sala de aula e no final, os alunos elaboravam convites para os pais. Muito bacana. Com isso os pais passaram a ir nas feiras de livros, festivais de teatro, exposições e muito mais. Fica a dica.


  18. Compartilhei teu post porque achei super pertinente. A criança que frequenta museus, seguramente será o adulto que vai levar seus filhos também. O problema são os adultos de hoje que não tiveram essa oportunidade e não criaram o hábito de visitar e continuam assim. Por sorte os Museus estão criando outras
    formas de interesse para que as pessoas criem o hábito de frequentar os museus. Parabéns pelo post.


  19. Meu pai me levou a primeira ao Museu quando eu tinha 5 anos, em uma exposição do Pablo Picasso. Lembro-me até hoje daquilo que eu senti e da loucura que se fez em minha cabeça. Eu amei, isso pautou a minha vida toda, estudei artes, hoje sou professora de artes e faço também meu trabalho autoral como artista visual. Contei essa história para os meus alunos, eles adoraram! 🙂
    Se quiser conhecer meu trabalho: http://www.facebook.com/GiArchanjo 🙂 Será um prazer!


  20. Adorei a matéria, parabéns pelas dicas e toques.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.